pao_chia_vuou_1copia

Existe coisa melhor do que pão caseiro? Aquele cheiro bão que toma a casa por inteiro quando ele está assando, as diversas opções de geleias, queijos e temperos para fazer sanduíches ou só colocar por cima mesmo. E as bebidas para acompanhar? Tudo combina com pão! Os chás, café recém passado, vinhos e sucos, incrível… tudo fica bom! Um bom pão muda o nosso humor, faz a gente rir por dentro. Ainda mais quando preparamos a massa em casa. A experiência é ainda mais saborosa! Hoje vou ensinar uma receita que criei, super simples e olha… modéstia à parte, deliciosa.

pao_chia_vuou_4copia

pao_chia_vuou_9copia

pao_chia_vuou_8copia

Quando se aprende a base do preparo de um bom pão é possível experimentar novas receitas, adicionar ingredientes e aventurar-se na hora de fazer. Pensar fora da caixinha e se divertir! Se não sair como o esperado, paciência. Aprendi a fazer pão com a minha mãe. Na época eu seguia a receita ao pé da letra, depois que peguei o jeito passei a experimentar coisas novas e criar minhas versões de pães, com sabores e texturas diferentes. Esse pão de chia é o resultado dessas experiências. A massa é bem fofa, sequinha, a casca é crocante e a chia dá um toque especial ao sabor e textura. Olha que eu não sou de me vangloriar, mas esse pão é delicinha pura.

Ingredientes:

• 2 *canecas de água morna

• 4 colheres de sopa (rasas) de fermento biológico seco (ou dois sachês de fermento biológico seco)

• 2 colheres de sopa de açúcar demerara

• 1 colher de sobremesa de levedo de cerveja em pó

• 1/2 *caneca de chia

• 4 colheres de sopa de azeite de oliva

• 5 colheres de sopa (bem cheias) de farinha de trigo integral

• 3 *canecas de farinha de trigo branca

• 1 boa pitada de sal marinho (mas não exagere)

*Pessoal, eu não tenho balança para alimentos e nunca sei quantas gramas colocar quando leio as receitas, então para facilitar costumo usar uma caneca para dosar todas as minhas receitas. Não é xícara de chá não, é aquela caneca para tomar chocolate quente mesmo. Você provavelmente tem aí na sua casa, se não tiver é só ir numa lojinha de R$1,99 e comprar uma baratinha. Sem frescura, vai dar certo. Se um dia eu comprar uma balança aí começo a passar as minhas receitas em gramas. Fechado? Por hora vai de canequinha mesmo 🙂

pao_chia_vuou_7copia

A chia é uma semente bem famosa por ser aquela parceira da dieta. Isso porque ela provoca uma sensação de saciedade. Suas fibras têm a capacidade de absorver muita água, transformando-se em uma espécie de gel. Você come menos, come algo saudável e fica feliz da vida pela semente milagrosa. Mas a chia não é só boa para perder uns quilinhos. Nela são encontrados ácidos graxos poli-insaturados essenciais, fibras, ferro, proteínas e outros nutrientes. Não é por acaso que a chia é conhecida por ser um super alimento. E nesse pão ele vem dar o ar de sua graça para deixar a massa mais saudável e nutritiva. Por que a gente não quer só gostosura né?

Modo de preparo: O primeiro passo é aquecer a água. É muito importante lembrar que a água precisa estar morna, se você colocar o fermento em uma água muito quente aí já era! Eu costumo usar meu dedo como termômetro, é muito simples, assim que surgir as primeiras bolinhas no fundo da panela coloque o seu dedo (limpo né gente) na água. Sentiu o calorzinho bom, mas não queimou? Beleza! Esse é o ponto, desliga. Em uma bacia grande adicione as duas colheres de açúcar e depois a água morna, misture um pouco para o açúcar ir se desfazendo. Depois coloque as quatro colheres de fermento, misture bem até tudo se desfazer. Agora vamos deixar o fermento crescer, o que chamamos de esponja, ele vai ficar um tempinho quieto junto com a água e o açúcar até formar bolinhas de ar e formar levedura. Esse processo leva de 10 a 15 minutos. Após esse tempo adicione o levedo de cerveja, a chia, azeite e a farinha de trigo integral. Misture bem com uma colher. Adicione as duas canecas de farinha de trigo branca e o sal, misture novamente só que agora com as mãos. Adicione mais uma caneca de farinha branca. Chegou a parte que mais gosto, amassar o pão! Deixe ao seu lado um pouco de farinha de trigo para ir adicionando aos poucos no processo de amassar o pão. Você vai perceber que a massa vai começar a grudar no fundo da bacia e nas mãos, por isso sempre que você sentir necessidade adicione um punhado de farinha e volte a amassar. Sove a massa fazendo movimentos de fora para dentro, com se você estivesse puxando as pontas da massa para o centro. Faça isso até a massa ficar lisinha, uniforme. Em média levo uns 5 minutos sovando a massa. Pronto. Agora vamos deixar essa belezinha crescer. Costumo colocar a bacia dentro do forno, e quando os dias estão muito frios aqueço um pouco o forno, desligo e só então coloco a bacia lá dentro. Agora esquece a massa lá por uma hora. Esse é o tempo médio que leva para o seu pão dobrar de tamanho e ficar bem crescidinho, todo lindo 🙂 Após esse período separe a massa em duas partes. Unte duas formas grande de pão com óleo e então pegue as partes e faça um formato de minhoca gorducha, hahaha, e coloque na forma. Com uma faca faça cortes na parte superior do pão para ficar com esses desenhos lindos depois de assar. Agora você vai deixar os pães descansarem mais um pouco, 40 minutos. Enquanto isso pré aqueça o forno a 250º graus. Sinceramente não sou muito de ficar de olho em temperatura, até porque meu forno é todo doido. Então costumo pré aquecer o forno na temperatura máxima e na hora que coloco os pães abaixo a temperatura para o médio, para assar por dentro e não só por fora. Após os 40 minutos de descanso coloque os pães para assar e depois de uns vinte minutos, ou quando eles estiverem bem douradinhos… tcharam!! Estão prontos e suplicando para serem devorados.

Gosto de comer o pão quente com azeite, uma pitada de sal e só! Mais simples e delicioso impossível!

pao_chia_vuou_2copia

pao_chia_vuou_3copia

pao_chia_vuou_6copia

pao_chia_vuou_5copia

Essa é uma receita muito fácil, só é preciso ter paciência para esperar o pão crescer. Tirando isso é vapt vupt. Não tem muito segredo. Quer dizer… Será que vai soar muito piegas se eu disser que o ingrediente secreto é preparar com amor? Acho que sim, mas dane-se hahahaha. Desculpem aí, mas acredito que o amor faz milagres, até na hora cozinhar. Então não se esqueça, na hora de preparar o seu pão uma boa dose de amor é essencial.

Ah! E não esqueçam, se alguém aí fizer o pão tira uma foto marca o perfil do blog no Instagram. Vou amar ver, compartilhar, curtir e comentar na foto!

Com carinho,

Hady