Literatura

Nimona (Noelle Stevenson)

21 de dezembro de 2017
nimona
Nimona é uma jovem metaforma com certa tendência à vilania. Lorde Ballister Coração Negro é um vilão com sede de vingança. Juntos eles vão tentar provar para todo o reino que Sir Ouropelvis e seus companheiros da Instituição de Heroísmo & Manutenção da Ordem não são os heróis que todos pensam. Uma graphic novel repleta de magia, ciência, coragem e amizade. Esse é um livro dedicado a todas as meninas monstros. Que somos todas nós que não somos uma coisa só. A história começa quando Nimona decidi oferecer os seus serviços para o famoso vilão do reino. Após muita insistência, por parte da menina, Coração-Negro decidi aceita-la como sua comparsa. Porém, aos poucos o vilão vai perceber que os poderes de Nimona são tão sombrios e misteriosos quanto o passado dela. E o lado imprevisível dela talvez seja mais perigoso do que ele está disposto a admitir. Nimona é uma graphic novel que mostra que nem tudo aquilo que vemos seja a realidade pura e simples, que há muito mais por de trás de cada pessoa e ação. Que os heróis podem não ser tão bons assim, que os vilões podem fazer maldades por causa das circunstâncias, que o poder pode estar nas mãos de pessoas ambiciosas demais para zelar pelo povo, e que um monstro pode ser na verdade um amigo disfarçado. Em Nimona o amor vem embalado junto com uma porção de histórias mal resolvidas, rancor e orgulho. Mas, assim como uma boa história de cavaleiros, a amizade e companheirismo vencerão após uma batalha com direto a dragão e armas de energia ultra tecnológicas. Nimona é uma anti-heroína apaixonante! Cheia de atitude, opinião e impulsiva. Ela não é perfeita, suas motivações muitas vezes podem ser questionáveis, mas é isso que a torna tão especial. Por mais que ela seja uma personagem com poderes mágicos e viva em outro universo, ainda assim ela consegue criar uma identidade com o leitor. Eu senti muito isso durante a leitura. Por ela ser várias em uma só ela se torna uma metáfora daquilo que todos nós também somos, um universo dentro de um corpo! A autora dedica o livro a todas as meninas monstros. E durante todo o livro fica claro como Nimona é a representação de nós, mulheres. Ela oscila em momentos de ternura e maldade, de diversão e mau humor, de expansão e introversão. Quem nunca se sentiu uma metaforma? Mudando ao longo do anos, meses, semanas e dias?

nimona

Além de Nimona, todos os outros personagens também são muito bem trabalhados e interessantes. Alguns você terá vontade de abraçar e bater um bom papo, senti isso pela cientista Dra. Blitzmeyer. Mas, como não quero dar spoilers falando sobre cada um dos personagens sugiro que você clique aqui para ler o perfil de cada um deles <3 O livro em si é muito lindo! Essa edição é capa comum, mas vem com verniz localizado na capa e o papel do miolo é de Couché fosco (muito prazeroso de folhear) e é todo colorido. Essa capa é muito significativa, e só quem leu o livro até o fim vai entender todas as referências. A leitura é super tranquila, li em um dia. Não dá vontade de parar! Essa história realmente me pegou de jeito.

Nimona é um quadrinho que mistura magia, ciência, momentos de fofura, outros de comédia e alguns de cortar o coração. Não é uma história padrão de fantasia, e por isso que eu gostei tanto!

nimona

nimona

A autora, Noelle Stevenson, foi premiada com um Eisner Award por Nimona. Ela também é cocriadora da aclamada série de quadrinhos Lumberjanes (que eu tenho muita vontade de ler) e já colaborou com publicações da Disney, da Marvel e da DC Comics. Formada pelo MICA, mora em Los Angeles e no tempo livre, gosta de desenhar super-heróis e reclamar de programas ruins de TV.

nimona

Indico essa leitura para todos, mas principalmente para aquelas pessoas que se sentem meio desajustados no mundo. Os meninos e meninas monstros que vivem por aí <3

nimona

nimona

nimona

Com amor, Hady0

You Might Also Like

Deixe seu comentário

No Comments

Leave a Reply